12 de Agosto de 2012

A VIDA DE HELENA P. BLAVATSKY

Livro Revela o Trabalho de H.P.B. Pela Humanidade


Carlos Cardoso Aveline



Capa do livro de Sylvia Cranston /Anita Atkins



Entre as dezenas de biografias disponíveis em vários idiomas sobre a fundadora do movimento esotérico moderno, a obra de Sylvia Cranston  ―  “Helena Blavatsky” ( Ed. Teosófica, Brasília, 1997, 678 pp.)  ― é, sem discussão possível, a melhor.

Nascida em 1831, Helena P. Blavatsky ajudou a plantar as sementes de uma civilização global que terá como princípio básico a fraternidade universal de todos os seres.

Na primeira parte da sua vida, H.P.B. foi uma viajante incansável. Mais tarde, tornou-se uma escritora mística dotada de poderes psíquicos extraordinários. Escreveu dezenas de volumes sobre filosofia esotérica. Nesta primeira parte do século 21, seus escritos  são cada vez mais traduzidos para diversos idiomas. 

É verdade que ela foi amplamente perseguida com calúnias de todo tipo. O motivo disso está no fato de que HPB desafiava com a força das suas idéias tanto os dogmas religiosos da sua época como a ignorância cética dos cientistas e materialistas daquele tempo.   

Mais de um século depois, esta  mulher sem igual é vista por setores crescentes da sociedade como a grande precursora da era de Aquário.  Sua obra é lida em todo o mundo.  A sua vida rodeada de mistério e perigos, a  sua coragem, sua sinceridade, sua devoção ilimitada ao ideal do progresso humano,  e sua atitude agressivamente irreverente diante de mentiras e falsidades  têm inspirado, desde 1875,  centenas de milhares de pessoas que buscam e respeitam a verdade, onde quer que ela esteja.

A bem  documentada biografia  escrita por Sylvia Cranston mostra que a obra de H.P.B.  influenciou cientistas como Thomas A. Edison, Camille  Flammarion, Albert Einstein, David Bohm e Rupert Sheldrake;  e  escritores como James Joyce, W. Y. Yeats, Fernando Pessoa, T.S. Eliot, D.H. Lawrence, Jack  London e E. M. Forster. 

Sua obra marcou artistas como Piet Mondrian, Paul Klee, Paul Gauguin, Nicholas Roerich e Shirley MacLaine;   e músicos como Gustav Mahler, Jean Sibelius, Alexander Scriabin e Elvis Presley ―  além de pensadores como Christmas Humphreys, William Judge, Robert Crosbie,  Alice Bailey e Rudolf Steiner,  entre outros. 

A autora da biografia já não vive.  “Sylvia Cranston” ― na verdade um pseudônimo literário  de Anita Atkins ―  foi uma teosofista da segunda metade do século vinte. Autora de vários livros, Anita era uma associada de destaque da Loja Unida de Teosofistas (LUT) , uma associação independente de estudantes de filosofia esotérica, hoje presente em cerca de 15 países.  A diversidade de pontos de vista torna mais fácil a busca da verdade. O  movimento criado em 1875 por HPB apresenta hoje uma razoável variedade de organizações e agrupações independentes entre si, que somam  dezenas de milhares de pessoas ao redor do mundo.

A biografia feita por Sylvia Cranston / Anita Atkins demonstra que Helena Blavatsky não só previu, mas também inspirou boa parte das descobertas científicas do século vinte. Seu trabalho serviu como instrumento para que grandes mestres de sabedoria  indicassem e preparassem as próximas  etapas do caminho a seguir pela cultura humana. Suficientemente humilde e honesta para não atribuir a si mesma todo o mérito do trabalho que levava seu nome,  Helena considerava-se uma escrava voluntária do seu próprio senso de dever. Leal às suas fontes de inspiração, ela dizia ser não mais que uma discípula de grandes sábios que preferem ajudar a humanidade atuando no silêncio e no anonimato.  

Resultado de uma investigação longa e exaustiva, o livro de Cranston não significa para o estudante apenas um meio de ampliar seus horizontes e sua visão de vida.  Ele abre possibilidades novas para a compreensão da questão planetária e humana. A obra é um instrumento prático. Ela nos mostra que tudo tem um significado e cada pequeno evento faz parte do grande plano de evolução. Escrito em linguagem coloquial, o  livro permite entender e auxiliar melhor a transição que vivemos hoje em direção a uma civilização global que será pautada pela ética, pela justiça, e pelo respeito à vida. 


0000000000000


Acompanhe nosso trabalho no Facebook .  Siga-nos pelo Twitter .

Para ter acesso a um estudo diário da teosofia clássica, escreva a lutbr@terra.com.br  e pergunte como é possível acompanhar o trabalho do e-grupo  SerAtento.

0000000000000000000000000