2 de dezembro de 2013

SOBRE A INFORMAÇÃO SOLIDÁRIA

Uma Comunicação Social Profunda


Dina Cristo



Em 2013 a obra “A Informação Solidária”  foi publicada em
PDF em  www.FilosofiaEsoterica.com  e seus websites associados


000000000000000000000000000000000

Dina Cristo é Mestre em Ciências da
Comunicação, pela Universidade Nova,
em Lisboa. Docente de Teoria e História
dos “Media” na Escola Superior de
Educação de Coimbra. Autora do livro
“A Rádio  em Portugal e o Declínio do
Regime de Salazar  e Caetano (1958-1974)” ,
editado em 2005, pela MinervaCoimbra.

0000000000000000000000000000000000000000000


A Informação Solidária (IS) é como uma Estação de Tratamento Humano: recicla pensamentos negativos, sentimentos destrutivos, desintoxicando, por um lado, e nutrindo o Ser Humano, por outro. Propõe-se apenas “informar”, ou seja, fornecer conhecimentos que permitam ao público fazer escolhas mais correctas na sua vida. Emissor e Receptor, mais próximos, partilham uma visão mais elevada da existência e do papel que têm nela.

Conforme  Carlos Cardoso Aveline  - “A Informação Solidária”,  Edifurb, Blumenau,  SC,  2001  -  a IS é um movimento informativo renovador de conteúdos,  um novo paradigma sócio-comunicativo de intervenção social, facilitado hoje pela Internet e o aparecimento de agências internacionais de IS, reflexo de uma nova consciência colectiva emergente, mais global e construtiva, de cidadania planetária.

Surgiu no último quartel do Séc.XX como resposta à exclusão (social), na sequência da globalização, e à uniformidade (cognitivo-comportamental). Inspirou-se nas correntes de economia solidária e ecologia profunda.

Distingue-se por ser naturalmente solidária, não  apenas numa perspectiva social, moral, ambiental e humana mas também sistémica. Assim, esta prática informativa caracteriza-se pela cooperação, entre-ajuda, auto-gestão, priorizando as afinidades electivas. Trata-se de uma informação ao mesmo tempo livre - autónoma, independente, intra-determinada, voluntária, mais democrática, dialogante, aberta -  e comprometida com o interesse público e a verdade.
        
É uma informação ecológica, reticular, sustentável, de longo prazo, nutritiva e despoluída; valoriza, preserva e expressa a interdependência de todas as expressões de vida. É mais integral, holística, abrangente, profunda, inclusiva, plural crítica, discernida, exigente, emocional, intuicional e criativa; contribui para a diversidade do discurso jornalístico, a integração e coesão sócio-profissional e o desenvolvimento local. Vai para além do aspecto material, imediato, estritamente humano, do jornalismo (de responsabilidade) social, positivo, negativo ou comunitário, aprofundando-o e desenvolvendo-o.
        
É uma Comunicação Social fundamentalmente ética, que coloca a ênfase no dever, na (auto)responsabilidade, distingue-se por ser honesta, íntegra, consciente, de boa vontade, justa, tolerante, coerente, fraterna, humana e sensível. Privilegia, em termos de critérios de selecção, a qualidade, a importância, o enquadramento, a moderação, o interesse público, a utilidade, as questões estruturais sociais e a informação central acerca de uma vida (mais) correcta.
        
A Informação Solidária tem um público mais activo e participativo, de que os Provedores - dos leitores, ouvintes e telespectadores - seus representantes são hoje exemplares. Ela está nos grandes “media” mas predomina nos mais pequenos, alternativos. Não exclui o lucro, embora esse não seja o seu (principal) objectivo.
        
Em síntese, a  IS baseia-se em valores, fontes, agentes, critérios e conteúdos, que espelham um nível mais elevado de consciência, ética, responsabilidade, liberdade e solidariedade. A revista “Cais” é um dos exemplos em Portugal.


000000000

Leia  o texto “Rompendo Com a Dominação Eletrônica”. Ele está disponível em  www.FilosofiaEsoterica.com e seus websites associados.  

O artigo “Os Livros de Carlos Cardoso Aveline”,  pode ser encontrado  através da Lista de Textos por Ordem Alfabética, em  www.FilosofiaEsoterica.com  e www.VislumbresDaOutraMargem.com .

 

Sobre a proposta original do movimento teosófico moderno, que envolve o despertar da humanidade para a lei da fraternidade universal, examine o livro “The Fire and Light of Theosophical Literature”, de Aveline.

A obra tem 255 páginas e foi publicada em outubro de 2013 por “The Aquarian Theosophist”. O volume pode ser comprado através de Amazon Books, através da Livronauta  (www.livronauta.com.br) ou pelo e-mail  silvia.teo.ca@gmail.com . 


Acompanhe nosso trabalho no Facebook .  Siga-nos pelo Twitter .

00000000000000000000000000000